Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 19 de maio de 2013

LIMENITIS POPULI - (Linnaeus, 1758)


. Características: É uma espécie relativamente grande e pertence á família dos Ninfalídeos (Nymphalidae). A sua envergadura varia dos 7,5 cm nos machos e os 8,5cm nas fêmeas. É de cor castanho-escuro na face superior, com manchas brancas na zona central e lúnulas cor de laranja e negras no rebordo das asas. A face inferior é castanho-alaranjada com manchas brancas e azuis-acinzentadas.
As borboletas das zonas meridionais apresentam reflexos azulados na face superior das asas, enquanto as das zonas setentrionais as lúnulas alaranjadas no rebordo das asas são mais definidas.



. Habitat: Na Europa, Ásia e Norte de África. Aparece nos caminhos de orlas de bosques húmidos e bosques mistos com choupos-tremedores, até aos 1500 metros de altitude.


. Período de voo: Os adultos voam numa só geração de Junho a Julho.







. Alimentação: As lagartas alimentam-se de choupos-tremedores ou álamos (Populus tremula) e raramente aparecem em locais onde não exista esta árvore. As lagartas são de cor verde, mais claras de lado, onde apresentam manchas esbranquiçadas que refletem a luz. Possuem ainda pequenos espinhos no dorso, dois dos quais, bastante desenvolvidos no primeiro segmento logo a seguir á cabeça. Espinhos esses que as defendem das aves insectívoras, mas não dos invernos rigorosos que causam maiores baixas.
As lagartas hibernam na extremidade dos ramos dos choupos em pequenos casulos tecidos por elas. A metamorfose em crisálida costuma ocorrer numa folha entrelaçada, onde a crisálida fica suspensa de cabeça para baixa.






. Observação importante: As lagartas são atraídas por excrementos e cadáveres de animais, dos quais se alimentam, como também frequentam lugares húmidos onde bebem água, por vezes em grupo.
Esta espécie encontra-se ameaçada, devido principalmente, ao desmatamento de florestas nas quais existem as árvores de que as lagartas se alimentam, por isso, é agora uma espécie protegida.


video




 

Sem comentários:

Enviar um comentário