Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 30 de abril de 2017

COLOBURA DIRCE- (Linnaeus, 1758)


. Características: Também conhecida por "Zebra", esta borboleta diurna pertence á família dos Ninfalídeos (Nymphalidae). As suas asas são castanho-escuras, atravessadas na diagonal por uma faixa de cor branca nas asas anteriores, sendo a zona apical negra. Na face inferior apresenta um padrão "zebrado" com listras e faixas cruzadas de preto e branco, daí o seu nome comum. Quando pousada de asas fechadas em zonas rochosas ou em cascalho, a sua camuflagem torna-se eficaz. A fêmea é idêntica ao macho, e a sua envergadura varia entre os 5,5 e os 6 cm de comprimento.


. Habitat: Habita as florestas tropicais e subtropicais da América Central e do Sul até aos 14090 metros de altitude, sendo encontrada com mais facilidade até aos 800 metros. Tem por hábito pousar em troncos de árvores de cabeça para baixo, a uma altura de cerca de 2 metros. Quando se encontra incomodada corre para o lado oposto, sem levantar voo, voltando ao posto inicial quando o perigo passa. É encontrada isoladamente ou em pequenos grupos de dois ou três indivíduos. Alimenta-se da seiva das árvores, frutos maduros ou putrefactos e excrementos de animais,

. Período de voo: (..................?)








. Alimentação: A lagarta é negra, com pequenas manchas branco-amareladas na zona lateral do corpo, e é coberta por numerosos espinhos ramificados amarelos, sendo esbranquiçados junto á cabeça. Alimenta-se das folhas de várias espécies de árvores do género Cecropia. Na fase da metamorfose a lagarta tece um ponto de seda num ramo ou folha da planta hopedeira, onde se fixa de cabeça para baixo para se transformar em crisálida, que por curiosidade tem um aspecto que se assemelha a um galho seco.












. Observação importante: Existem só duas espécies do género Colobura.


video





Sem comentários:

Enviar um comentário