Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 9 de outubro de 2016

SIPROETA STELENES - (Linnaeus, 1758)


. Características: Também conhecida popularmente por "malaquita", nome de um mineral que lhe foi atribuído devido ao devido ao verde brilhante das suas asas, esta borboleta pertence á família dos Ninfalídeos (Nymphalidae). As suas grandes asas são de cor negro-acastanhado, com faixas e manchas verde-amareladas brilhantes. As extremidades das asas posteriores são onduladas e possuem duas pequenas caudas.. A face inferior é castanho-alaranjado com manchas verde-água. A fêmea é idêntica, mas ligeiramente maior que o macho. A sua envergadura varia entre os 8,5 e os 10 cm de comprimento.


. Habitat: Habita as clareiras e orlas de florestas tropicais e subtropicais, bem como trilhos e estradas de terra batida, pedreiras, margens de rios, até aos 1400 metros de altitude. Desde América Central até América do Sul. Além de se alimentar do néctar das flores, também é atraída pelos excrementos de animais dos quais extrai os seus fluidos, bem como frutos maduros ou putrefactos. Por vezes também é encontrada pousada no solo húmido a absorver os sais mineralizados. No final do dia recolhe-se repousando debaixo das folhas da vegetação baixa.

. Período de voo: Voa ao longo de quase todo o ano em duas gerações, dependendo da região. A borboleta hiberna no Inverno nas regiões extremas do Norte.
















. Alimentação: As lagartas são negras cobertas por numerosos espinhos vermelhos. Possui também sobre a cabeça dois espinhos pretos mais alongados semelhantes a duas antenas. Alimentam-se de plantas da família Acanthaceae, entre as quais; Ruellia, Justicia ou Blechum. Na fase da metamorfose estas tecem um ponto de seda num ramo ou folha da planta hospedeira, onde se penduram de cabeça para baixo para se transformarem em crisálidas.
















. Observação importante: Existem 3 espécies do género Siproeta. Esta espécie pode ser confundida coma a Philaethria dido, devido á sua cor e padrão, mas distingue-se facilmente desta pelo formato das suas asas.







Sem comentários:

Enviar um comentário