Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 24 de fevereiro de 2013

PAPILIO MACHAON (Linnaeus, 1758)


CAUDA-DE-ANDORINHA


. Características: A Papilio machaon ou borboleta cauda-de andorinha, é uma borboleta grande e vistosa que pertence á família dos Papilionídeos (Papilionidae). 
Tem uma envergadura que vai dos 8 cm aos 10 cm. As suas asas subdivididas em pedaços de cor preta, amarelo-creme e cinza, dão um colorido contrastante a esta espécie. Nas asas posteriores possui uns 5 ocelos de cor azul e dois ocelos de cor vermelha, juntamente com um par de caudas semelhante á das andorinhas, daí o seu nome comum.



. Habitat: Em toda a Europa, Ásia, América do Norte e Norte de África.

Encontra-se em campos, clareiras de bosques, canteiros de plantas silvestres, e na montanha até aos 2500 metros de altitude.

. Período de voo: Em várias gerações, de Abril a Outubro. No Norte da Europa onde o Verão é mais curto, desenvolve uma geração. No Sul onde os Verões são longos e quentes, aparece sempre uma segunda geração e no Norte de África uma terceira.








. Alimentação: A lagarta é de cor verde com várias riscas pretas e salpicada de pequenos pontos cor-de-laranja. Quando se sente ameaçada, faz sobressair um orgão glandular bifurcado de cor alaranjado, denominado de osmaterium, que sobressai por detrás da cabeça. Este orgão produz um odor pungente e liberta um líquido tóxico, cuja função é afastar os predadores.
Alimenta-se das folhas das umbelíferas, cenouras bravas, endros, cominhos, funcho e salsa.
A crisálida encontra-se cingulada presa a um ramo ou pedra.



















. Observação importante: Os Papilionideos como esta espécie, são lepidópteros muito bonitos, e por isso, são considerados pelos coleccionadores como espécies nobres.

Outrora muito frequentes, pois abundavam as umbelíferas de que as lagartas se alimentam, hoje em dia mesmo a nível local, encontram-se ameaçadas devido á destruição do seu habitat e pela procura dos coleccionadores.



video





2 comentários:

  1. Boa tarde. Eu apanhei uma lagarta papilion machaon e desde pequene que tenho um fascinio por elas, pela sua beleza e não só. penso que ela está na altura de fazer a crisalia. A minha pergunta é se há maneira de eu a criar de forma a recolher os ovos e ter mais..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. este é o meu e-mail: tiagodoporto@gmail.com contacte-me por favor

      Eliminar