Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 2 de abril de 2017

GRAPHIUM ANTIPHATES - (Cramer, 1775)


. Características: É um membro da família dos Papilionídeos (Papilionidae). As suas asas são brancas, com seis listras negras verticais nas asas anteriores, desde a célula discal até ao ápice. As asas posteriores são brancas com margens dentadas tracejadas de preto, possuindo duas longas caudas igualmente pretas. A face inferior é idêntica no padrão, mas a sua cor é verde e preta, com manchas amarelo-alaranjadas nas asas posteriores. A fêmea é idêntica ao macho. A sua envergadura varia entre os 7 e os 8 cm de comprimento.


. Habitat: Habita a orla das florestas tropicais do Sul da Índia, Sudeste Asiático, incluindo o Sul da China. Pode ser vista em trilhos e caminhos em terra, margens de rios, onde é comum vê-la em grupos pousada no solo húmido absorvendo os sais minerais.

. Período de voo: Voa ao longo de todo o ano em várias gerações.











. Alimentação: A lagarta nos primeiros instares é branca-esverdeada, com listras anelares de cor negra entre os segmentos do corpo, apresentando três pequenos espinhos de cada lado do dorso logo a seguir á cabeça, e dois apêndices no último segmento do corpo. Á medida que vai crescendo vai perdendo os espinhos e as listras negras, para dar lugar a listras esverdeadas num fundo esbranquiçado, apresentado duas manchas verdes nos primeiros segmentos junto á cabeça. Quando se aproxima a fase de pré-pupa, esta torna-se amarelo-dourada. Como todos os Papilionídeos a lagarta possui um órgão bifurcado atrás da cabeça designado de osmeterium, que projecta para fora do corpo sempre que se sente ameaçada. Alimenta-se de plantas da família Annonaceae e Magnoliaceaeentre as quais; Desmos cochinchinensis, Desmos lawii, Melodorum siamensis, Uvaria curtisii, Uvaria grandiflora, Uvaria microcarpa, Michelia champaca. Na fase da metamorfose tece uma cinta de seda á sua volta, onde se prende a um ramo para se transformar em crisálida.










. Observação importante: Existem cerca de 12 subespécies do género Antiphates. 

video






Sem comentários:

Enviar um comentário