Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 15 de maio de 2016

EUDOCIMA SALAMINIA - (Cramer, 1777)


. Características: Esta borboleta nocturna pertence á família dos Noctuídeos (Noctuidae). As suas asas anteriores possuem uma grande mancha triangular central de cor verde escura, que ocupa quase toda a área das suas asas, deixando uma margem larga e acentuada de cor cinza-esbranquiçado em toda a sua periferia. As posteriores são de cor laranja, com uma mancha negra em forma de vírgula no seu centro, e uma faixa também negra nas extremidades das asas. Quando está em repouso e com as asas fechadas assemelha-se a uma folha, confundindo-se com o meio ambiente. Ambos os sexos são idênticos, sendo a fêmea ligeiramente maior que o macho. A sua envergadura varia entre os 7 e os 8 cm de comprimento.


. Habitat: Habita os planaltos tropicais húmidos, bem como culturas de pomares, onde encontra o seu alimento nas árvores de fruto. A sua distribuição estende-se desde a Índia, Sudeste Asiático, Austrália e Ilhas do Pacífico.

. Período de voo: Voa durante todo o ano, com menor atividade durante os meses mais secos, quando a disponibilidade de frutas também diminui.










. Alimentação: A lagarta nos últimos instares é castanha-acinzentada, exibindo duas grandes manchas negras circulares em forma de olhos contornadas a branco e vermelho ou laranja, que lhe dá um aspeto intimidador, tirando assim proveito do seu padrão para assustar os predadores. Alimenta-se de plantas da família Menispermaceae como Stephania japonica e Sarcopetalum harveyanum. Na fase da metamorfose constrói um casulo em seda entre as folhas da planta hospedeira.








Observação importante: Os adultos são uma praga nas plantações de frutas. Eles perfuram a fruta com a língua para sugar o seu suco. Após a fruta ter sido perfurada, torna-se assim vulnerável para fungos e outros micro-organismos causando prejuízos.


video






Sem comentários:

Enviar um comentário