Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 5 de julho de 2015

LEPTOTES PIRITHOUS - (Linnaeus, 1767)



. Características: Esta pequena borboleta diurna pertence á família dos Licenídeos (Lycaenidae). A face superior das suas asas são azul-púrpura nos machos, enquanto nas fêmeas são castanho-azuladas na zona interna, possuindo três ou quatro pintas escuras no centro das asas anteriores. A face inferior são castanho-claras, listradas com várias linhas onduladas de cor esbranquiçada. Apresenta ainda um pequeno ocelo negro rodeado por uma linha de cor laranja junto a duas pequenas caudas alares. As fêmeas são ligeiramente maiores do que os machos, e a sua envergadura varia entre os 2,5 cm e os 3 cm de comprimento.



. Habitat: Pode ser encontrada em vários tipos de habitat, mas de preferência em zonas abertas e soalheiras. Prados floridos, campos com trevo, parques e jardins, zonas com cursos de água etc. Por vezes pode ser vista em pequenos grupos pousadas no solo húmido a sugar os sais minerais, e a esfregar as asas uma na outra. No Centro e Sul da Europa, Médio Oriente até á Índia e Norte de África. Até aos 1600 metros de altitude.


. Período de voo: De Fevereiro até Outubro, em várias gerações. É uma espécie migratória.











. Alimentação: A lagarta é de coloração variável podendo ser verde, amarelada, verde-violácea, com pequenas riscas de cor esbranquiçadas na diagonal ao longo do dorso. O seu aspecto é rechonchudo, típico da família dos Licenídeos. Alimenta-se de várias plantas entre as quais; Melilotus officinalis, Melilotus albus, Lythrum salicaria, Polygonum aviculare, Genista sp, Ulex minor, Calluna vulgaris, entre outras. Na fase da metamorfose a lagarta transforma-se em crisálida fixando-se na planta hospedeira ou no solo. Hiberna no estado de lagarta ou crisálida.








. Observação importante: Por vezes, á primeira vista, pode ser confundida com outras espécies semelhantes como a Lampides Lampides e a Cacyreus marshalli.




video





2 comentários:

  1. Olá Fernando!
    Mais uma publicação excelente! Esta borboleta é muito abundante na minha zona (e em quase todo o país, acho eu...) e, embora seja pequena, é muito bonita! No ano passado criei algumas lagartas dela encontradas em Lupinus sp., mas infelizmente morreram todas parasitadas :(. Mas este ano já voltei a encontrar alguns ovos! :)
    Adeus, boa semana!

    ResponderEliminar
  2. Sim, é uma espécie pequena, bonita, e bastante comum nesta altura do ano. Aqui também há bastantes! Espero que desta vez tenhas mais sorte com os ovos! Obrigado pelo comentário! Abraço!

    ResponderEliminar