Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 26 de julho de 2015

CALYPTRA THALICTRI - (Borkhausen, 1790)



. Características: Também conhecida por «Borboleta-Vampiro» ou «Traça-Vampiro», esta borboleta nocturna pertence á família dos Noctuídeos (Noctuidae). As suas asas anteriores são acastanhadas e recortadas desde a sua base interior, possuindo uma linha obliqua em forma de nervura acentuada que atravessa o centro das asas até ao seu ápice, e que lhe dá um aspecto de folha seca. As asas posteriores são beges. Ambos os sexos são idênticos, e os machos possuem as antenas pectinadas. A sua envergadura varia entre os 4 cm e os 4,7 cm de comprimento.



. Habitat: Encontra-se em clareiras e orlas de florestas, encostas rochosas, pastagens etc. No Centro e Sul da Europa, grande parte da Ásia temperada até ao Japão.


. Período de voo: Voa desde Maio até Setembro, dependendo da sua localização.












Alimentação: As lagartas podem apresentar duas variantes de cor, podendo ser verdes com uma fila de pequenos pontos pretos ao longo da zona lateral do dorso, e mais duas pintas negras na cabeça. Ou então, podem ser brancas com uma faixa negra ao longo do dorso e várias pintas negras na zona lateral do corpo. A cabeça é amarela com duas pintas negras. Alimenta-se de Thalictrum spp. Na fase da metamorfose transforma-se em crisálida no solo.








. Observação importante: Um grupo de cientistas descobriu em 2006 na Rússia, que esta espécie de borboleta não se alimenta só de frutas como eles pensavam. Quando o grupo de entomologistas estudava esta espécie e foi oferecido um dedo humano, o macho da borboleta inseriu a sua língua com forma de gancho serrilhado na ponta e começou a perfurar a pele e a sugar o sangue para sua surpresa. O curioso é que a transição entre as suas dietas parece ser um comportamento recente e exclusivo do macho. Quando o macho se alimenta de sangue, ele pode passar o teor de sal obtido juntamente com outros nutrientes a partir do líquido para as fêmeas durante o acasalamento, proporcionando assim uma melhor nutrição e genes para as futuras lagartas.






. Nesta imagem pode-se ver o Probóscide (aparelho bocal) modificado na ponta, serrilhado, que utiliza para perfurar a pele.



. Nesta imagem o Probóscide (aparelho bucal) é fotografado através dum microscópio, revelando pormenores surpreendentes.


Esta descoberta é um passo importante na história evolutiva e adaptações destas criaturas. Os morcegos vampiros que também se alimentam de sangue, contêm substâncias na sua saliva que funcionam como anti-coagulantes, fazendo com que o sangue da vítima flua livremente não o deixando coagular. Estas substâncias têm potenciais aplicações no tratamento de derrames. Deduzindo isto, as borboletas-vampiro poderiam ser úteis em outras aplicações científicas...



video


video





Sem comentários:

Enviar um comentário