Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 2 de novembro de 2014

ZYGAENA FILIPENDULAE - (Linnaeus, 1758)



. Características: Este pequeno lepidóptero pertence ao grupo das borboletas nocturnas, no entanto, é de actividade diurna e pertence á família dos Ziguenídeos (Zygaenidae). As asas anteriores são verde-escuras metalizadas, com reflexos negro-azulado, e possui seis manchas vermelho-vivo dispersas pelas asas. As posteriores são vermelhas marginadas de negro. Ocasionalmente, as manchas podem ser amarelas ou mesmo pretas. O abdómen é igualmente metalizado. As antenas são grandes e clavadas, característica típica desta família. Ambos os sexos são idênticos, e a sua envergadura é de 3 cm a 4 cm de comprimento.



. Habitat: Vive em comunidade e são atraídas por uma grande variedade de flores. Em regiões secas e de pouca vegetação, zonas de cascalho, além de planícies pantanosas e charnecas. Em toda a Europa até aos 2000 metros de altitude.


. Período de voo: De Junho a Agosto, numa geração.










. Alimentação: A lagarta é amarela-esverdeada, com filas de pontos negros e coberta por minúsculos pêlos. Alimenta-se de Lotus corniculatus, Trifolium, Anthylis vulneraria. Na fase da metamorfose constrói um casulo de seda alongado, que adere ao caule da planta hospedeira ou a uma pedra. A lagarta pode hibernar uma ou duas vezes antes de passar ao estágio seguinte.









. Observação importante: É uma espécie difícil de identificar, pois existem várias outras espécies da mesma família muito semelhantes. A borboleta é venenosa e quando ameaçada, segrega um líquido urticante e tóxico. Assim quando um predador tenta ingeri-la, não voltará a repetir a experiência.




video





Sem comentários:

Enviar um comentário