Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 6 de julho de 2014

AUTOGRAPHA GAMMA - (Linnaeus, 1758)



. Características: Vulgarmente conhecida por "Y-de-prata", esta borboleta nocturna pertence á família Noctuidae. As suas asas anteriores possuem um sombreado castanho-acinzentado e violácea, no qual no seu centro exibe um sinal prateado e em forma de Y, daí o seu nome vulgar. As asas posteriores são castanho-acinzentadas com uma faixa escura nas suas extremidades. Possui ainda na zona do toráx duas saliências ou tufos que se assemelham á casca das árvores. A sua envergadura varia entre os 4 cm e 4,5 cm de comprimento.



. Habitat: Habita florestas com árvores de folha caduca, pradarias e jardins até ás aos cumes mais elevados das montanhas. Em toda a Europa, Ásia e Norte de África.


. Período de voo: Voa de Maio a fins de Setembro em várias gerações. É considerada uma espécie migratória, pois na Primavera desloca-se desde o Norte de África e Sul da Europa, para o Norte, chegando até á Islândia, Gronelândia e Finlândia, com enormes invasões que ocorrem em alguns anos. As que se vão fixando mais a Sul procriam, e a geração seguinte continua a sua trajectória até ás regiões mais a Norte, mas não sobrevivem ao rigoroso Inverno.











. Alimentação: As lagartas são verdes com minúsculas manchas e riscas muito finas de cor esbranquiçada, sobressaindo ainda uma linha mais acentuada de cada lado do corpo, que é revestido por minúsculos pêlos.

Alimenta-se de várias plantas entre as quais; ervilha (Pisum sativum), beterrava (Beta vulgaris), repolho (Brassica oleracea), trevos, alfafa (Medicago sativa), trifolium pratensis, cenoura (Daucus carota), salva (Salvia pratensis), dente-de-leão (Taraxacum officinale), urtigas (Urtica). Na fase da metamorfose a lagarta constrói um casulo de seda que adere á planta. A lagarta hiberna.







. Observação importante: Alguns indivíduos possuem uma tonalidade de cor um pouco diferente de outros, dependendo do clima em que se desenvolvem. A sua forma e padrão de cor, dão-lhe uma boa camuflagem. Sendo uma espécie nocturna, também é comum encontrá-la a esvoaçar durante algumas horas do dia.





video





Sem comentários:

Enviar um comentário