Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 3 de março de 2013

IPHICLIDES PODALIRIUS (Linnaeus, 1758)


BORBOLETA-ZEBRA


. Características: Conhecida vulgarmente por Borboleta-Zebra ou Cauda-de-Andorinha, este lepidóptero é um dos mais belos e conhecidos da fauna europeia, devido ao seu porte e colorido.
Pertence á família dos Papilionídeos (Papilionidae), e por vezes pode ser confundida com a Papilio machaon. Diferencia-se desta, por ter uma coloração de fundo amarelada quase branca, com várias riscas largas oblíquas, não transversais e de cor negra. Nas asas posteriores possui várias lúnulas azuis e um ocelo tricolor laranja, negro e azul. Possui ainda um par de caudas que são mais compridas que na espécie Papilio machaon. A sua envergadura pode alcançar uns 8 cm nas fêmeas, que são ligeiramente maiores que os machos.



. Habitat: Europa, Ásia e Norte de África, sendo uma espécie ainda comum em Portugal. A Norte dos Alpes é pouco frequente e só em locais esporádicos e determinados, A Sul torna-se bastante frequente sobretudo em lugares rochosos e com muitas flores. Também é muito comum em quintas e zonas de cultivo de pomares, devido á sua planta hospedeira. Nas zonas montanhosas chega a atingir os 2000 metros de altitude, limitando-se apenas aos locais mais soalheiros.


. Período de voo: Até três gerações: no Norte uma geração, de Maio a Junho, na Europa Central duas gerações de Maio a Setembro, e no Sul até três gerações de Março a Setembro.













. Alimentação: A lagarta é de cor verde e apresenta uma risca de cor amarelada na zona dorsal, da qual saiem outras riscas oblíquas mais finas até á base da zona lateral. Apresenta também uma série de pequenos pontos castanho-alaranjados espalhados pelo corpo. Quando se sente ameaçada, faz sobressair um orgão bifurcado de cor alaranjado detrás da cabeça, denominado de osmeterio. Este orgão liberta um líquido com substâncias repelentes que afasta os predadores.
A lagarta alimenta-se de abrunheiros-bravos, pilriteiros, pessegueiros, amendoeiras e cerejeiras. A crisálida fica presa a um ramo, onde costuma hibernar.











. Observação importante: Esta espécie está protegida por lei em alguns países da Europa.




video





6 comentários:

  1. Estás enganado a Borboleta-Zebra que existe em Portugal é a Iphiclides Feisthamelii esta borboleta é rara nos Alpes e comum em Portugal enquanto que a Podalirius não existe em Portugal e é muito frequente nos Alpes (P.S- Nem a Podalirius nem a Feisthamelii podem ser chamadas de Cauda de Andorinha, algumas pessoas é que confundem por ela ter uma "Cauda de Andorinha" igual à Papilio Machaon!
    Adeus, Parabéns gosto muito do blog e sou um visitante diário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quanto ao nome vulgar de "cauda de andorinha", realmente é atribuído só á espécie Papilio Machaon. Mas em relação á variante Feisthamelii que refere aqui, á quem a considere uma sub espécie da Podalirius. No entanto, não há uma acentuada transição entre as duas formas, só um colorido de tons mais esbranquiçado numa das formas. O que para alguns, não é o suficiente para elegê-la como uma sub-espécie.
      De qualquer forma agradeço o comentário! Já agora, queria também também dar os parabéns pelo seu blog "lagartascomasas" é muito interessante e cativante!

      Eliminar
  2. Bom dia. Moro em Lisboa e penso ter lagartas destas no meu pessegueiro.
    Pelo menos as características descritas em cima coincidem. principalmente as antenas que põe de fora quando mexida e libertação de um cheiro estranho. São perigosas para nós, animais de companhia ou para a árvore?
    Se me puderem esclarecer agradeço.
    Cláudia

    ResponderEliminar
  3. Cara leitora! Peço desculpa por só agora estar a responder, pois estive ausente por uns dias (férias). Quanto á sua questão, não há qualquer perigo para o ser humano, ou outro animal de estimação. É verdade que projecta um órgão bifurcado com um cheiro repelente, mas este meio de defesa só funciona para alguns predadores mais pequenos e não os prejudica, só os afasta. Quanto á árvore, é a sua fonte de alimento, come algumas folhas sem afectar o fruto, até se transformar nesta linda borboleta. Não tenha receio! É uma espécie inofensiva e que ajuda na polinização das flores. Os meus cumprimentos!

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde. Sabe-me dizer quanto tempo dura a fase de pupa desta espécie? Obrigado

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde, o tempo que dura a fase da pupa depende da temperatura e região, se a temperatura for elevada normalmente dura 12 a 14 dias. Mas se apanhar a última geração de Setembro, a pupa pode hibernar e só nascer na Primavera seguinte. (Quando a borboleta está prestes a eclodir a pupa torna-se transparente deixando ver um pouco do colorido das asas)

    ResponderEliminar