Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 10 de março de 2013

GONOPTERYX RHAMNI (Linnaeus, 1758)


BORBOLETA-LIMÃO

. Características: Vulgarmente conhecida por borboleta limão, esta borboleta pertence á família dos Pierídeos (Pierídae). As suas asas sobressaem de imediato devido ao seu formato e cor amarelo-limão. Apresenta uma pinta de cor laranja no centro de cada asa, tanto na face superior como inferior, e pequenos pontinhos castanhos no rebordo das mesmas. Os dois sexos têm cores diferentes, enquanto o macho é de cor amarelo mais intenso a fêmea é verde-pálida esbranquiçada.
Durante o voo, por vezes é confundida com a Pieris brassicae, e a sua envergadura é de 5,5 cm a 6 cm. A forma das suas asas fazem-na parecer com uma folha verde, que utiliza como modo de camuflagem entre a vegetação.


. Habitat: Na Europa, Ásia e Norte de África. Pode ser observada em orlas de bosques, florestas, margens de cursos de água e jardins sempre com humidade. Em Portugal encontra-se muito dispersa, mas nunca em grandes quantidades. O desaparecimento das florestas e espaços verdes tem prejudicado o desenvolvimento desta espécie nos últimos anos.

. Período de voo: O seu período de voo é muito mais longo do que o habitual e conta-se entre as que têm maior longevidade. Como a borboleta costuma hibernar no Inverno, muitas vezes é a primeira a ser vista na Primavera. Por vezes já em Janeiro, os adultos são acordados em dias ensolarados.
Tem uma única geração, que vai desde o início da Primavera e só acaba na Primavera seguinte. Durante todo este tempo vai fazendo numerosas pausas a fim de adquirir forças. Voa durante algumas semanas, em condições atmosféricas adequadas, para em seguida estar activa mais alguns dias. Nessa altura aproveita para se alimentar e ganhar novas energias. Quando pousa dificilmente permanece de asas abertas.




. Nesta imagem é possível observar a diferença entre os dois sexos, enquanto a fêmea é verde-pálida o macho é amarelo mais intenso.



. Alimentação: A lagarta é de cor verde com uma pequena franja de cor esbranquiçada na base lateral do corpo. Alimenta-se de Amieiro-negro (Rhamnus Frangula) e de Tamujo. A crisálida fica cingulada presa a um ramo.









. Observação importante: Esta espécie costuma hibernar no estado adulto, perto do solo ou por entre as folhas de azevinho ou da hera. Para conseguir suportar por vezes temperaturas negativas e não congelar, o metabolismo da borboleta sofre algumas alterações. Substitui uma parte da hemolinfa por uma mistura de álcool, albumina e sais. Mas quando os Invernos são amenos, sacrificam-nas mais, pois quanto mais elevada for a temperatura, maior a energia a despender e mais rápido o consumo das reservas armazenadas.


video






Sem comentários:

Enviar um comentário