Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 12 de abril de 2015

ARGYNNIS ADIPPE - (Denis & Schiffermuller, 1775)


. Características: Esta bonita borboleta de tamanho médio, pertence á família dos Ninfalídeos (Nymphalidae), e faz parte de um grande grupo de borboletas de padrões idênticos, com cerca de 25 espécies. As suas asas são de cor laranja, com pintas, faixas e nervuras transversais pretas. A face inferior possui manchas de cor branco-prateado nas asas posteriores. Esta manchas prateadas não existem em todos os indivíduos, ou seja, esta espécie possui duas variantes. No Norte e Nordeste da Europa é muito mais frequente a forma prateada, enquanto na do Sul é inexistente. Os machos possuem uma coloração mais viva que as fêmeas. A sua envergadura varia entre os 5,5 cm e os 6,5 cm de comprimento, sendo as fêmeas ligeiramente maiores que os machos.


. Habitat: Habita em clareiras de bosques, orlas de florestas, prados floridos, e em zonas montanhosas até aos 2000 metros de altitude. Em toda a Europa, Ásia e Japão.

. Período de voo: Voa desde Junho e Julho até meados de Agosto, numa geração.









. Alimentação: As lagartas podem apresentar coloração variável. Podendo apresentar um padrão axadrezado negro e branco, com vários espinhos de cor alaranjados, ou podem ser castanho-claras com várias barras de cor negra intercaladas entre os segmentos do corpo, e uma linha de cor branca longitudinalmente ao longo do dorso. Alimentam-se de várias espécies de violetas, como Viola canina, Viola hirta, Viola riviniana, Viola odorata ou Viola lactea. Na fase da metamorfose a crisálida fica suspensa de cabeça para baixo presa á vegetação do solo ou a pedras. A lagarta hiberna dentro do ovo antes de eclodir.






. Observação importante: Por vezes pode ser confundida com outras espécies semelhantes, entre as quais; Argynni niobe e a Argynni aglaja. Ao longo dos últimos anos o seu número tem vindo a diminuir drasticamente devido á destruição do seu habitat, principalmente na Grã-Bretanha onde se tem tornado rara, e onde os conservacionistas estão a trabalhar para salvá-la da extinção. Agora é uma espécie protegida na Inglaterra.


video






Sem comentários:

Enviar um comentário