Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 8 de março de 2015

CALIGO PROMETHEUS - (Kollar, 1850)



. Características: Vulgarmente conhecida por «borboleta-coruja» esta enigmática borboleta pertence á família dos Ninfalídeos (Nymphalidae). A face superior das suas asas sombrias, contrastam com o azul-acinzentado metalizado que se destaca no seu centro. A face inferior é manchada de castanho, apresentando várias linhas e desenhos de cor preto e castanho, com grandes manchas ocelares de pupila negra e íris clara nas asas posteriores, lembrando os olhos de uma coruja. Estes ocelos servem para enganar os predadores, quando ameaçada abre as asas e empina o corpo, revelando os enormes olhos transformando-se assim numa coruja que é um dos maiores predadores de muitos animais pequenos. As fêmeas são ligeiramente maiores e menos coloridas que os machos. A sua envergadura chega a atingir os 18 cm de comprimento.


                              . As semelhanças são idênticas.

. Habitat: Habita as florestas tropicais húmidas da América do Sul. Os machos possuem um comportamento territorial e na fase do acasalamento perseguem incansavelmente as fêmeas. Ao contrário da maior parte das borboletas que se alimentam do néctar das flores, esta espécie prefere os frutos maduros, a seiva das árvores e excrementos de animais. Também tem por hábito pousar em solos húmidos, perto de cursos de água para aí sugar os saias minerais.


. Período de voo: Voa durante quase todo o ano. Possui hábitos crepusculares e voa lentamente ao amanhecer e entardecer. Durante as horas de maior calor fica pousada á sombra da vegetação.










. Alimentação: Á medida que cresce a lagarta muda várias vezes de pele e de cor, sendo verde no estágio juvenil, passando para o castanho no estágio de pré-pupa. Possui um aspecto espalmado para se dissimular na folhagem da planta hospedeira, e o último segmento do seu corpo prolonga-se numa espécie de cauda bifurcada. Na cabeça possui várias protuberâncias que lhe dão um aspecto muito peculiar.

Alimenta-se de várias espécies de bananeiras, ciperáceas e marantáceas. Na fase da metamorfose a lagarta transforma-se em crisálida ficando suspensa de cabeça para baixo presa a um ramo da planta hospedeira. A crisálida assemelha-se a uma folha seca para se proteger de ataques de predadores até completar a sua metamorfose que dura em média 30 dias.








. Observação importante: Uma curiosidade interessante é o facto de nenhum exemplar apresentar as asas exactamente iguais ao outro, como se trata-se de uma impressão digital. Em média a vida de um adulto é de cerca de 90 dias. Existem cerca de 20 subespécies pertencentes a este grupo. É uma espécie que está classificada como vulnerável, pois está ameaçada pela destruição do seu habitat, quer pelo uso de insecticidas nas plantações de banana causando a morte das lagartas, ou pela captura criminosa destes belos insectos.




video




Sem comentários:

Enviar um comentário