Este blog é dedicado a todos os amantes da Natureza e ao público em geral. Mas principalmente aqueles que se interessam pelo fascinante mundo dos Lepidópteros (Borboletas). Além de tudo, este blog é um guia onde o leitor poderá conhecer e identificar as mais variadas espécies de borboletas existentes um pouco por todo o mundo.

domingo, 17 de fevereiro de 2013

CHARAXES JASIUS (Linnaeus, 1767)


BORBOLETA-DO-MEDRONHEIRO



. Características: Conhecida vulgarmente por borboleta-do-medronheiro ou Imperador, é um lepidóptero da família dos Ninfalídeos (Nymphalidae). É uma borboleta grande e vistosa, com uma envergadura de 6,5 cm a 7,5 cm nos machos e de 7,5 cm a 9 cm nas fêmeas.
O lado superior das asas é castanho-escuro, marginado por uma faixa larga de cor amarelo-alaranjado e bordejado a negro. Tem também duas caudas nas asas posteriores. A face inferior é toda ela raiada de castanho e branco, notando-se ainda nas extremidades, as faixas alaranjadas existentes no lado superior. Apresenta também quatro manchas azuis nas asas posteriores.



. Habitat: Em toda a Europa na zona Mediterrânica, excepto na costa Adriática. Aparece nas orlas marítimas quentes até aos 5000 metros de altitude. Também em parques e bosques onde correm rios, bem como lugares ondulados e rochosos onde disponha da sua planta hospedeira, o Medronheiro. Surge ocasionalmente em Espanha e Portugal acompanhando a área de distribuição de medronheiros).


. Período de voo: Em duas gerações, de Maio a Junho e de Agosto a Setembro.







. Alimentação: A lagarta alimenta-se da planta que dá o nome á espécie, o Medronheiro (Arbustus unedo), que aparece com frequência na região mediterrânica.
A lagarta é verde clara, com numerosas pintas muito pequenas. Na cabeça tem quatro prolongamentos com uma pinta avermelhada na sua extremidade. Na região dorsal apresenta duas pintas verdes grandes, e uma linha de cor amarelada na parte lateral do corpo, que a torna quase invisível na planta de que se alimenta. A lagarta hiberna em plantas verdejantes.
A crisálida fica suspensa de cabeça para baixo na planta hospedeira.











. Observação importante: As borboletas desta espécie não poisam sobre as flores, mas sobre os ramos do Medronheiro, ou sobre os frutos putrefactos dos quais sugam o seu sumo como alimento.
Possuem um sentido territorial muito forte. Para se defenderem, avançam em direcção ao intruso.






video





Sem comentários:

Enviar um comentário